Arquivo da categoria: Imigração Familiar

Trabalhadores Estrangeiros com Visto Agrícola H-2A em Fazendas Americanas Durante a Emergência Nacional do Covid-19

Por Coleman Jackson, advogado e contador público certificado
26 de Maio de 2020

Trabalhadores Estrangeiros com Visto Agrícola H-2A em Fazendas Americanas Durante a Emergência Nacional do Covid-19

A classificação de visto de não-imigrante H-2A já existe há muito tempo. Veja a Lei de Imigração e Nacionalidade (INA) 101 (a) (15) (ii) (a), 8 U.S.C. 1101. O visto de trabalhadores agrícolas estrangeiros H-2A; conhecido como H-2A está mais a vista do público agora, devido ao foco da mídia no aumento de casos de Covid-19 em frigoríficos, em fazendas e na zona rural da América, resultando potencialmente em interrupções na cadeia de fornecimento de alimentos.A preocupação com a interrupção do fornecimento de alimentos pelo coronavírus é muito real e é de grande preocupação para o bem-estar dos agricultores que estão trazendo seus produtos para o mercado e para seus concidadãos a capacidade de alimentar suas famílias. Em poucas palavras, o programa de trabalhadores agrícolas estrangeiros, conhecido como Visto H-2A, permite que os empregadores agrícolas preencham a escassez de força de trabalho disponível, seguindo certos procedimentos para legalmente trazer estrangeiros aos Estados Unidos para realizar temporariamente ou sazonalmente o trabalho agrícola.O Departamento de Segurança Interna (Department of Homeland Security)difere do Departamento do Trabalho dos EUA no que diz respeito à definição de qual trabalho se enquadra nas categorias de trabalho agrícola temporário e sazonal. Historicamente, o Departamento do Trabalho definiu “trabalho agrícola” como deveres como transporte e entrega na fazenda, colheita, cultivo e plantio de sementes.Trabalhadores estrangeiros com vistos H-2A historicamente também trabalhavam como criadores de ovelhas, criadores de cabras, criadores de gado, criadores de aves e em outras ocupações tipicamente nas áreas rurais da América, onde vários tipos de animais são criados para o mercado.O ponto é que os trabalhadores agrícolas não se limitam a realização de tarefas em torno de uma fazenda; trabalhadores estrangeiros com vistos H-2A trabalham em plantações, ranchos, viveiros, frigoríficos, estufas, pomares e como motoristas de caminhão e motoristas de entrega nesses ou em outros locais semelhantes. A Lei de Imigração e Nacionalidade (INA) definiu o termo trabalho agrícola temporário como não mais de 12 meses ou emprego de natureza sazonal vinculado a uma determinada época do ano, evento ou padrão.

 

Trabalhadores Estrangeiros com Visto Agrícola H-2A em Fazendas Americanas Durante a Emergência Nacional do Covid-19

Houve e ainda há um processo passo a passo muito regulamentado que os empregadores agrícolas devem seguir para trazer trabalhadores agrícolas estrangeiros para trabalhar em suas fazendas, ranchos, frigorificos ou locais semelhantes; que começa com uma petição apresentada à comissão estadual da força de trabalho (workforce commission); depois, vão ao DOL para obter a certificação de trabalho de que há falta de trabalhadores domésticos disponíveis para executar o projeto pretendido; uma vez que o empregador recebe a certificação de trabalho DOL, eles registram a solicitação com o Departamento de Segurança Interna (Department of Homeland Security); que após aprovada, o trabalhador estrangeiro poderásolicitar ao Consulado de seu país a obtenção do visto H2-A para vir para a América e trabalhar em um projeto temporário ou sazonal específico por menos de 12 meses. O visto H-2A é válido por 3 anos.

 

Trabalhadores Estrangeiros com Visto Agrícola H-2A em Fazendas Americanas Durante a Emergência Nacional do Covid-19

Este processo foi relaxado e modificado um pouco. O Covid-19 criou a necessidade de impor restrições de viagem, ficar em casa e assim causando tremenda dor de cabeça, perdas e sofrimentos em todo o país. Em resposta a interrupções e incertezas para o suprimento de alimentos nos EUA e ao impacto contínuo da epidemia do Covid-19 na América rural; o Departamento de Segurança Interna (Department of Homeland Security) e os Serviços de Cidadania e Imigração dos EUA (USCIS) publicaram alterações temporárias nos regulamentos para trabalhadores agrícolas temporários e sazonais e seus empregadores nos EUA na classificação de trabalhadores agrícolas não imigrantes H-2A. Esses regulamentos finais são publicados em 85 FR 21739 e são válidos entre 20 de abril de 2020 a 18 de agosto de 2020. A seguir, estão as principais alterações ao processo normal que historicamente foram usadas pelos agricultores domésticos para trazer trabalhadores estrangeiros não imigrantes para trabalhar temporariamente em suas fazendas, ranchos, frigoríficos e outros locais similares no programa H-2A para Trabalhadores Agrícolas:

  1. Os regulamentos do H-2A foram temporariamente alterados para autorizar que todos os empregadores H-2A permitam que os não-imigrantes que possuam status de visto H-2A válido comecem a trabalhar após o recebimento da nova petição de H-2A pelo empregador, mas não antes da data de início de emprego listado na petição H-2A.
  2. Os regulamentos do H-2A foram temporariamente alterados para permitir que todos os trabalhadores do H-2A trabalhem imediatamente para qualquer novo empregador do H-2A, mas não antes da data de início do emprego listada na petição do H-2A apresentada durante a Emergência Nacional do Covid-19
  3. Os regulamentos do H-2A foram temporariamente alterados para criar uma exceção temporária ao 8 CFR 24.2 e permitir que não-imigrantes estendam seu período de permanência do H-2A além das limitações de três anos, sem exigir primeiro que o imigrante deixe os Estados Unidos e permaneça fora dos Estados Unidos por um período ininterrupto de três meses. É importante que uma petição H-2A de prorrogação de estada com um novo empregador seja apresentada ao USCIS em 1º de março de 2020 ou após esta data e permaneça pendente em 20 de abril de 2020.
  4. Não-imigrantes H-4 que são cônjuges e filhos de portadores do visto de trabalhador agrícola H-2A são beneficiários dessas mesmas alterações mencionadas nos itens um a três acima. A admissão e as limitações de permanência do portador do visto H-4 dependem da validade do status do portador do visto H-2A e devemser aceitas.

Além disso, na prática, certos requisitos de entrevistas pessoais do consulado foram amenizados durante a emergência nacional do Covid-19 para facilitar aos trabalhadores estrangeiros que vão para os Estados Unidos. Os trabalhadores com H-2A se enquadram na categoria ‘trabalhador essencial’ de mão de obra crítica e provavelmente estão isentos de ficar em casa, restrições de viagens e outras medidas impostas pelas agências governamentais locais, estaduais e federais durante a Emergência Nacional de Covid-19.

Trabalhadores Estrangeiros com Visto Agrícola H-2A em Fazendas Americanas Durante a Emergência Nacional do Covid-19

Os trabalhadores agrícolas estrangeiros com visto H-2A estão sujeitos às leis tributárias federais dos Estados Unidos, mas estão isentos da retenção de imposto de renda federal dos EUA, imposta da previdencia social e impostos para o Medicare sobre compensação paga a eles por serviços prestados em conexão com seu status do visto H-2A de trabalhador agrícola. Se eles receberem mais de US $ 600 em compensação, o trabalhador estrangeiro não imigrante deve receber um Formulário W-2 de seu empregador, que isenta a previdência social e os impostos para o Medicare.

Normalmente, o trabalhador declara o Formulário 1040-NR e o empregador deve relatar o salário de seus trabalhadores não imigrantes agrícolas no Formulário 943, declararo imposto federal anual do empregador para empregados agrícolas e registrar todas as outras declarações de imposto apropriadas junto às autoridades tributárias locais, estaduais e federais. A maioria dos prazos modificados paradeclaração, pagamento e relato anunciados pelo Tesouro e Receita Federal dos EUA durante a Emergência Nacional Covid-19 se aplica aos trabalhadores agrícolas H-2A e seus empregadores.

Este blog jurídico é escrito pelo Escritório de Advocacia em Tributação, Litígio e Imigração de Coleman Jackson, P.C. para fins educacionais. Não cria nenhum relacionamento entre esse escritório de advocacia e seu leitor. Sempre consulte um advogado de sua região sobre qualquer questão legal que afete você, sua família ou empresa.

Coleman Jackson, P.C. | Escritório de Advocacia em Tributação, Litígio e Imigração | Inglês (214) 599-0431 | Espanhol (214) 599-0432

IMIGRAÇÃO PARA OS ESTADOS UNIDOS

Por Coleman Jackson, advogado fiscal e de imigração
17 de Novembro de 2015


IMIGRAÇÃO PARA OS ESTADOS UNIDOSA cidadania americana é um sonho de muitos dos que imigram para os Estados Unidos da América. Fornecendo muitos benefícios, como por exemplo direito de voto, elegibilidade para determinadas funções e cargos governamentais e ajuda com alguns problemas de estatuto de residente, entre outros.
 

 

Os Estados Unidos da América aceitam mais imigrantes legais como residentes permanentes que qualquer outro país do mundo; quase 18 milhões de imigrantes entraram nos Estados Unidos de 2000 a 2012, na maioria provenientes de países como Honduras, Índia, Guatemala, Perú, El Salvador, Equador e China. O que não significa que todos os requerimentos de imigração sejam aprovados. A imigração e a cidadania são um processo complexo que precisa de conselhos especializados de um Immigration Lawyer in United States.

  • Quem pode imigrar para os Estados Unidos?
  • Diferentes tipos de vistos de imigração.
  • Etapas envolvidas no processo do visto de imigração.
  • Algumas questões fiscais que você deve considerar.

Quem pode imigrar para os Estados Unidos?

Geralmente um cidadão estrangeiro pode pedir um visto de imigração se for apadrinhado por um parente que viva nos Estados Unidos, que tenha residência permanente ou por um possível empregador, beneficiário de um formulário de requisição de cidadania aprovado pelo Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos (USCIS). Para informação sobre o formulário de requisição visite o  website do USCIS website. Os imigrantes devem contatar um an Immigration Lawyer in United States para ultimar qualquer questão de imigração.

Tipos de vistos de Imigração nos Estados Unidos

Aqui se encontram algumas das categorias principais de Imigração

Família imediata e apadrinhamento familiar

Imigração da família:
Imigração da famíliaNesta categoria de imigração você pode adquirir um estatuto legal de residência permanente, se tiver um parente que seja cidadão americano ou com residência permanente, sendo que o seu parente terá de comprovar que tem dinheiro ou recursos suficientes para o suportar.

 

 

 

 

 

Casamento com um nacional estrangeiro:
Casamento com um nacional estrangeiroSe você for cidadão americano e desejar trazer seu/sua esposo/a estrangeiro para residir nos Estados Unidos, você pode apadrinhá-lo/a como parente próximo. De acordo com a legislação em vigor, isso significa que um visto de imigrante estará imediatamente disponível assim que o requerimento for preenchido, processado e aprovado pelo governo dos Estados Unidos.

Mediante o Trabalho

Vistos de trabalho:
Vistos de trabalhoNo que toca a esta categoria de imigração baseada no trabalho e de acordo com a lei de imigração dos EUA, a cada ano fiscal (1 de outubro a 30  de setembro), são disponibilizados aproximadamente 140.000 vistos de trabalho aos requerentes qualificados. Os empregadores apadrinham trabalhadores qualificados usando os vistos H.

Para obter o estatuto permanente de residência, você deve compreender que ter um empregador apadrinhador é apenas o primeiro passo. O segundo é requerer o ajuste do estatuto.

Vistos de Investidor:

Vistos de InvestidorO visto de imigração para investidores está incluído na categoria de trabalho dos 140.000 por ano fiscal. Os dois vistos de investidor mais importantes são os vistos E e L. Os vistos E e L são conhecidos como vistos duplos. Duplos porque você pode pretender residir temporariamente nos Estados Unidos, isto é, durante o tempo necessário para o investimento, controle ou supervisionamento de um escritório ou fábrica; ou, você pode pretender imigrar permanentemente para os Estados Unidos. O primeiro passo para requerer um visto E ou L é arranjar um apadrinhador. Você pode ajustar o estatuto ou obter a Carta Verde. As regras e procedimentos referentes aos vistos E e L são complicados; consequentemente você deve consultar um advogado de imigração de trabalho experiente.

Processo para o visto de imigração

Processo-para-o-visto-de-imigraçãoDepois do requerimento de imigração ser aprovado pelo USCIS, é enviado para o Centro de Vistos Nacional (NVC), se o beneficiário for estrangeiro ou for incapaz de ajustar o estatuto nos Estados Unidos, o NVC terá um papel importante nos passos seguintes do processo do visto de imigração fornecendo todas as indicações necessárias aos requerentes, apadrinhadores, e requerentes do visto, revendo os depoimentos dos formulários dos apadrinhadores e recebendo taxas, formulários de requisição, outros documentos necessários (isto é, certificados de nascimento, relatórios policiais, certificados de casamento/divórcio, etc.) e exames médicos/informação de cirurgiões civis dos requerentes do visto. Posteriormente, o NVC contata o requerente, uma vez que a  data de prioridade do requerimento esteja a ponto de ocorrer.

Para viver nos EUA permanentemente,  você deverá aprender como ser residente permanente legal, como mencionado previamente, também apelidado de processo de obtenção de Carta Verde. Uma vez que você obtenha uma Carta Verde você pode querer considerar tornar-se cidadão americano.

Implicações fiscais e federais de imigrar para os EUA 

Implicações-fiscais-e-federais-de-imigrar-para-os-EUAAo tomar a decisão de imigrar, você deve saber que os cidadãos dos Estados Unidos e os residentes permanentes legais estão sujeitos a Tributação Federal sobre o seu rendimento mundial, quer vivam ou não nos Estados Unidos. O governo dos Estados Unidos requer ainda que quem vive nos EUA, incluindo cidadãos americanos com Cartas Verdes, divulgue anualmente determinadas accounts and offshore assets.  O não cumprimento poderá conduzir a responsabilidade civil e ação penal sobre assuntos confidenciais. Você deve consultar um advogado fiscal e de imigração experiente para discutir todas as questões fiscais e de imigração.

Siga os nossos blogues sobre a lei de Imigração & lei fiscal

As leis de imigração e leis fiscais dos EUA estão sujeitas a alterações; consequentemente, sugerimos fortemente que você siga o nosso blogue ou visite o website da nossa empresa Immigration & Tax Law Firm em www.cjacksonlaw.com.

Este blogue legal é escrito pela empresa Tax & Immigration Law Firm de Coleman Jackson, P.C. com fins educativos; não produzindo qualquer relacionamento advogado-cliente entre esta empresa e o leitor. Você deve consultar um consultor jurídico para discutir quaisquer questões específicas sobre imigração e fiscalidade que impliquem a sua família ou negócio.

Coleman Jackson, P.C. | Immigration & Tax Law Firm | Inglês (214) 599-0431 | Espanhol (214) 599-0432