Monthly Archives: November 2015

The Immigration Affidavit of Support is an Enforceable Contract

By:  Coleman Jackson, Immigration Attorney
November 28, 2015

Form I-864 Immigration Affidavit of Support

An immigrant affidavit of support under the U.S. Immigration & Nationality Act (INA) § 1183 executed as a part of the condition for an immigrant to enter the United States is an enforceable contractSee In re Marriage of Kamali and Alizadeh, 356 S.W.3d 544, 546-47 (Tex. App. – Texarkana 2011, no pet.)  It has long been U.S. national policy concerning welfare and immigration that immigrants coming into the United States be self-sufficient rather than rely on welfare and public benefits for their needs.  Immigration and Nationality Act Section 213A; 8 U.S.C. § 1183a memorializes this public policy by requiring that immigrants admitted into the U.S. have proper sponsorship.  The petitioner of an immigrant is required to be a sponsor, unless, the immigrant is self-petitioning under the law.  Self- petitioners do not need sponsors—such as, Violence Against Women Act petitioners and Asylum Applicants for example do not need sponsors.  Moreover sponsoring individuals must provide annual income not less than 125 percent of the federal poverty guidelines for the duration of the affidavit of support.

The affidavit of support is an enforceable contract.  The affidavit of support is a legal contract between the U.S. government, the immigrant and the sponsor(s) who executed the affidavit of support.  The state government where the immigrant resides may also enforce the affidavit of support if the state provides some kind of public assistance to the immigrant.  The affidavit of support is intended to ensure that the immigrant has adequate financial means so that they do not become a public charge or require public assistance or welfare.  The federal government, state government or immigrant can bring a lawsuit in any court that has jurisdiction to enforce the affidavit of support.  The sponsored immigrant can bring a civil action in any appropriate court against the sponsor(s) to enforce the support obligations whenever there is a breach.  When the immigrant becomes a U.S. Citizen the support obligation ends.  INA §1183a delineates a number of other events, which if they occur, will terminate the sponsor’s obligation of support.

Divorce Decree

DIVORCE IS NOT ONE OF THEM.  A divorce decree that conflicts with an affidavit of support will not prevail.  See Shumye v. Felleke, 555 F. Supp. 2d 1020, 1022-24 (N.D. Cal. 2008), and 8 U.S.C.  § 1183a (e) (1).  The divorce decree cannot in any way limit the sponsor(s) financial obligations under an affidavit of support.  Furthermore, the affidavit of support survives the divorce.  That means that the petitioner or other sponsor is still on the hook to financially support the immigrant even though the marriage has terminated in divorce.  The (immigrant ex-spouse) can either choose to enforce the affidavit of support by claiming breach of contract in the divorce proceedings or pursue the affidavit of support breach of contract claim in any other appropriate court.  In fact, the breach of contract claim can be brought long after the divorce is final; so long as, no other Affidavit of Support terminating events have occurred cognizable under INA §1183a.

Although we do not explore this in detail; we mentioned in this blog that the federal government can also bring a cause of action in any appropriate court to enforce an affidavit of support because the federal government is a party to the contract.  Moreover a state government who provides some form of assistance to the immigrant may also bring a civil claim against the sponsor(s) in certain circumstances. Even a city or municipality, under certain circumstances might have a basis in law to bring a claim against a sponsor under the affidavit of support under certain circumstances.   The main thing to remember is the following:

The immigrant Affidavit of Support is an enforceable contract, and courts will, most likely, apply the principles of contract law when confronted with a civil claim based on an immigrant affidavit of support.  Sponsors beware.

This immigration law blog is written by the Tax & Immigration Law Firm of Coleman Jackson, P.C. for educational purposes; it does not create an attorney-client relationship between this law firm and its reader.  You should consult with legal counsel with respect to any specific immigration and tax issues or your particular set of circumstances impacting you or your sponsors.

Coleman Jackson, P.C. | Immigration & Tax Law Firm | Spanish (214) 599-0432| English (214) 599-0431

IMIGRAÇÃO PARA OS ESTADOS UNIDOS

Por Coleman Jackson, advogado fiscal e de imigração
17 de Novembro de 2015


IMIGRAÇÃO PARA OS ESTADOS UNIDOSA cidadania americana é um sonho de muitos dos que imigram para os Estados Unidos da América. Fornecendo muitos benefícios, como por exemplo direito de voto, elegibilidade para determinadas funções e cargos governamentais e ajuda com alguns problemas de estatuto de residente, entre outros.
 

 

Os Estados Unidos da América aceitam mais imigrantes legais como residentes permanentes que qualquer outro país do mundo; quase 18 milhões de imigrantes entraram nos Estados Unidos de 2000 a 2012, na maioria provenientes de países como Honduras, Índia, Guatemala, Perú, El Salvador, Equador e China. O que não significa que todos os requerimentos de imigração sejam aprovados. A imigração e a cidadania são um processo complexo que precisa de conselhos especializados de um Immigration Lawyer in United States.

  • Quem pode imigrar para os Estados Unidos?
  • Diferentes tipos de vistos de imigração.
  • Etapas envolvidas no processo do visto de imigração.
  • Algumas questões fiscais que você deve considerar.

Quem pode imigrar para os Estados Unidos?

Geralmente um cidadão estrangeiro pode pedir um visto de imigração se for apadrinhado por um parente que viva nos Estados Unidos, que tenha residência permanente ou por um possível empregador, beneficiário de um formulário de requisição de cidadania aprovado pelo Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos (USCIS). Para informação sobre o formulário de requisição visite o  website do USCIS website. Os imigrantes devem contatar um an Immigration Lawyer in United States para ultimar qualquer questão de imigração.

Tipos de vistos de Imigração nos Estados Unidos

Aqui se encontram algumas das categorias principais de Imigração

Família imediata e apadrinhamento familiar

Imigração da família:
Imigração da famíliaNesta categoria de imigração você pode adquirir um estatuto legal de residência permanente, se tiver um parente que seja cidadão americano ou com residência permanente, sendo que o seu parente terá de comprovar que tem dinheiro ou recursos suficientes para o suportar.

 

 

 

 

 

Casamento com um nacional estrangeiro:
Casamento com um nacional estrangeiroSe você for cidadão americano e desejar trazer seu/sua esposo/a estrangeiro para residir nos Estados Unidos, você pode apadrinhá-lo/a como parente próximo. De acordo com a legislação em vigor, isso significa que um visto de imigrante estará imediatamente disponível assim que o requerimento for preenchido, processado e aprovado pelo governo dos Estados Unidos.

Mediante o Trabalho

Vistos de trabalho:
Vistos de trabalhoNo que toca a esta categoria de imigração baseada no trabalho e de acordo com a lei de imigração dos EUA, a cada ano fiscal (1 de outubro a 30  de setembro), são disponibilizados aproximadamente 140.000 vistos de trabalho aos requerentes qualificados. Os empregadores apadrinham trabalhadores qualificados usando os vistos H.

Para obter o estatuto permanente de residência, você deve compreender que ter um empregador apadrinhador é apenas o primeiro passo. O segundo é requerer o ajuste do estatuto.

Vistos de Investidor:

Vistos de InvestidorO visto de imigração para investidores está incluído na categoria de trabalho dos 140.000 por ano fiscal. Os dois vistos de investidor mais importantes são os vistos E e L. Os vistos E e L são conhecidos como vistos duplos. Duplos porque você pode pretender residir temporariamente nos Estados Unidos, isto é, durante o tempo necessário para o investimento, controle ou supervisionamento de um escritório ou fábrica; ou, você pode pretender imigrar permanentemente para os Estados Unidos. O primeiro passo para requerer um visto E ou L é arranjar um apadrinhador. Você pode ajustar o estatuto ou obter a Carta Verde. As regras e procedimentos referentes aos vistos E e L são complicados; consequentemente você deve consultar um advogado de imigração de trabalho experiente.

Processo para o visto de imigração

Processo-para-o-visto-de-imigraçãoDepois do requerimento de imigração ser aprovado pelo USCIS, é enviado para o Centro de Vistos Nacional (NVC), se o beneficiário for estrangeiro ou for incapaz de ajustar o estatuto nos Estados Unidos, o NVC terá um papel importante nos passos seguintes do processo do visto de imigração fornecendo todas as indicações necessárias aos requerentes, apadrinhadores, e requerentes do visto, revendo os depoimentos dos formulários dos apadrinhadores e recebendo taxas, formulários de requisição, outros documentos necessários (isto é, certificados de nascimento, relatórios policiais, certificados de casamento/divórcio, etc.) e exames médicos/informação de cirurgiões civis dos requerentes do visto. Posteriormente, o NVC contata o requerente, uma vez que a  data de prioridade do requerimento esteja a ponto de ocorrer.

Para viver nos EUA permanentemente,  você deverá aprender como ser residente permanente legal, como mencionado previamente, também apelidado de processo de obtenção de Carta Verde. Uma vez que você obtenha uma Carta Verde você pode querer considerar tornar-se cidadão americano.

Implicações fiscais e federais de imigrar para os EUA 

Implicações-fiscais-e-federais-de-imigrar-para-os-EUAAo tomar a decisão de imigrar, você deve saber que os cidadãos dos Estados Unidos e os residentes permanentes legais estão sujeitos a Tributação Federal sobre o seu rendimento mundial, quer vivam ou não nos Estados Unidos. O governo dos Estados Unidos requer ainda que quem vive nos EUA, incluindo cidadãos americanos com Cartas Verdes, divulgue anualmente determinadas accounts and offshore assets.  O não cumprimento poderá conduzir a responsabilidade civil e ação penal sobre assuntos confidenciais. Você deve consultar um advogado fiscal e de imigração experiente para discutir todas as questões fiscais e de imigração.

Siga os nossos blogues sobre a lei de Imigração & lei fiscal

As leis de imigração e leis fiscais dos EUA estão sujeitas a alterações; consequentemente, sugerimos fortemente que você siga o nosso blogue ou visite o website da nossa empresa Immigration & Tax Law Firm em www.cjacksonlaw.com.

Este blogue legal é escrito pela empresa Tax & Immigration Law Firm de Coleman Jackson, P.C. com fins educativos; não produzindo qualquer relacionamento advogado-cliente entre esta empresa e o leitor. Você deve consultar um consultor jurídico para discutir quaisquer questões específicas sobre imigração e fiscalidade que impliquem a sua família ou negócio.

Coleman Jackson, P.C. | Immigration & Tax Law Firm | Inglês (214) 599-0431 | Espanhol (214) 599-0432